10 dia – Preparando para Salvador

Hoje acordamos mais tarde para descansar um pouco o lombo, afinal, estamos direto na quebradeira.

Tínhamos como prioridade despachar as bagagens das mulheres para Salvador porque de moto filho, nem por milagre e possível, elas chegaram na segunda com 4 malas monstras. Deixa quieto, mulher de motociclista com o tempo descobri que precisa apenas de 4 cuecas/calcinhas, 2 bermudas, 2 camisetas e 1 sunga/biquíni (risos). Quer carregar muita tralha anda de carro ou avião.

Jogamos as malas no carro do Rominho e saímos para o terminal rodoviário de Maceio. Como não conhecemos nada e tínhamos visto uma placa na saída para Maragogi indicando o caminho da rodoviária achamos que iria resolver, que engano infantil. Depois desta placa só com a ajuda da mãe Dina. A cidade não possui placas indicativas e quando páramos para perguntar a um taxista escutamos: “Rodoviaria? É complicado chegar lá”. Rodamos de um lado para outro ate que um taxista gente boa e muito prestativo pediu para o seguirmos que ele nos deixaria proximo a rodoviaria.

Guarda malas na rodox de Maceió

Na rodox, que bem menor que a de BH e descobrimos que apenas uma empresa faz a linha para Salvador. Combinamos o preço do frete das 4 malas, que e dado via peso olhotrônico. O sujeito do guiche olha para as malas e da o preço (tecnologia antiga mas muito usada por aqui). A primeira vista ficou em R$ 60,00 contos, mas só teremos certeza amanha quando despacharmos as bagagens pois o olho será outro…risos…doido demais, coisas do Brasil e tecnologia Alagoana.

Missão cumprida voltamos para Praia do Frances a fim de curtir nossa ultima tarde de sol em Maceio.

A noite já deixamos as motocas no jeito e saímos para rangar por perto para termos mais tempo de descanço. (Na verdade queríamos ir a Maceio comer um Chiclete de Camarãoas começou a chover e desistimos –
Mascamos esta parada da próxima vez).

A ansiedade maior para amanha e da Ellen e da Mona que irão na garupa minha e do Marelo ate Salvador. E coisa boba, um dia inteiro de estrada para percorrer os 600km sem correria.

Amanha relato como foi a experiencia delas…vão descobrir o gosto da liberdade…e que viajar de avião….é uma merda…risos.

Similar Posts:

COMMENTS

Leave a Comment

Timpo limite excedido. Por favor, refresque o valor do CAPTCHA.