9ª semana de gestação: Desenvolvimento do bebê e inicio da formação dos orgãos genitais

Seu bebê pesa menos de 10 gramas, mas está crescendo rápido. Todas as partes do corpo já estão presentes, como braços, pernas, olhos e os órgãos, inclusive os genitais, embora não estejam totalmente formados.  Os pulsos estão mais desenvolvidos, os tornozelos já se formaram e os dedos das mãos e dos pés são claramente visíveis. Os braços vão ficando mais compridos e já se flexionam nos cotovelos.

A orelha está pronta por fora e, ao final desta semana, também estará formada por dentro. Agora que tem desenvolvida toda a estrutura básica do corpinho, ele vai começar a ganhar peso e tamanho de maneira incrível. O aspecto já é mais parecido com aquele bebê que você terá nos braços daqui a alguns meses.

Ele agora mede 30 milímetros – está quase do tamanho de uma azeitona. Suas pequenas articulações (ombros, cotovelos, joelhos e pulsos) estão funcionando e permitem que ele se movimente dentro da bolsa de água. As pequeninas pálpebras se fecham, fazendo que os olhos amadureçam o suficiente para ele enxergar o mundo. O cérebro cresce enormemente: 100 mil novos neurônios são criados por minuto, formando esse órgão complexo. Protegido pelo líquido amniótico, seu futuro bebê percebe a respiração e os batimentos cardíacos – os sons emitidos por você se tornam cada vez mais audíveis. Que tal aumentar os períodos de conversa com ele, bem como ensinar novas canções? Não se intimide caso isso pareça bobo demais. Afinal, este é um momento muito especial entre você e seu filho. Experimente!

Logo você terá de tomar decisões, junto com seu médico, sobre exames pré-natais específicos. Se você tem mais de 35 anos ou um histórico de doenças genéticas na família, talvez possa pensar na possibilidade de fazer uma biópsia de vilo corial, um exame normalmente realizado entre a 10a. e a 12a. semana para detectar anormalidades e doenças genéticas, pela análise de uma amostra de células tiradas da placenta.

Com nove semanas de gravidez completas, entrando na décima, você pode estar com a impressão de estar ficando maluca. Um dia está feliz da vida, no outro de péssimo humor. Por mais que essa instabilidade emocional incomode, principalmente mulheres que gostam de estar no controle da situação, ela é normal e deve continuar por toda a gravidez. Um dos motivos da turbulência nas emoções são os hormônios, que estão a toda no corpo.

Embora ainda não dê para identificar o sexo do bebê pelo ultra-som, os órgãos genitais começaram a se formar. A esta altura, a placenta já se desenvolveu o suficiente para assumir a maior parte do importante trabalho que é produzir os hormônios.

Sua gravidez

Você dormiu bem essa noite? É bom repousar pelo menos oito horas ou você se sentirá muito cansada a cada manhã. A fadiga é comum na gravidez e uma das causas são as noites maldormidas. Outra explicação para o cansaço é a carência de alguns nutrientes, como o magnésio. Se você não anda pregando os olhos por culpa da ansiedade, converse com seu obstetra para esclarecer as dúvidas sobre a gravidez que estejam tirando seu sono.

Praticar ioga também pode amenizar sua agitação. Com certeza, você vai se sentir bem melhor depois. Aliás, aproveite para conferir seu calendário do pré-natal e não se esqueça de compartilhar com o pai do bebê todas as suas emoções. Afinal, ele também deve participar deste período da vida do casal. Talvez seja a hora de agendar uma nova consulta e levá-lo com você.

Similar Posts:

Leave a Comment

Timpo limite excedido. Por favor, refresque o valor do CAPTCHA.