Domingo: Almoço espetacular

Final de semana queria fazer alguma coisa especial para comemorar com o meu irmão o sucesso no concurso que ele prestou e passou. O menino agora chic, professor universitário. (já era chic desde o ano passado após concluir o doutorado).

No sábado, quando Claudine e Marceluinho sugeriram de fazer um almoço lá em casa, conversei com a Ellen e topamos, pois era uma ótima oportunidade de estarmos juntos com os dindos e minha familia. Liguei para minha mãe e meu irmão e ambos toparam, avisei os dindos e fechamos o almoço.

O cardápio seria algo simples, uma costelinha de porco ao forno e alguma coisa de frango, com salada e um arroz básico. Eu particularmente não gosto de carne de porco, mas a um tempinho Marcelinho vem fazendo propaganda da costela e decidimos fazer para experimentarmos.

Eles já chegaram lá em casa com as coisas adiantadas, só para não revelar os segredos do tempero…:-). Daniel convidou uma amiga, Beth, que é muito simpática e eu me lembro dela em outra oportunidade, se não me engano foi no aniversário do Tony…a alguns anos atrás. Ela também trabalhou com meu irmão em uma faculdade em Timoteo, ou seja, já era da familia e estar presente era um imenso prazer.

Até o almoço ficar pronto, ficamos batendo papo, contando casos e saboreando uma cervejinha geladaça. Até minha mãe resolveu tomar uma conosco no final de semana. Ohem quem ela já foi lá para casa bem intensionada pois não tomou os remedios que deveria no dia para poder tomar uma cervejinha.

Quando soou o gongo e o grito: “Tá na mesa pessoal”, que visão maravilhosa. A mesa cheia, a comida cheirando (igual desenho animado que você vai flutuando até onde ela esta) e se é que comida tem cara, essa estava com uma cara muito boa.

A costelinha preparada pelo Marcelinho estava simplesmente derretendo na boca, sem contar o tempero da salada, frango e do arroz. Não teve jeito, dei um bico na dieta no domingo e me fartei de tanto comer. Queria ser igual o meu irmão que come, come e come e não engorda de jeito nenhum, aliás, em virtude dos estudos das últimas semanas para a prova do concurso ele até emagreceu um pouco mais.

Marcelinho e Claudine, obrigado mais uma vez pelo carinho e a companhia do final de semana. Como disse, não preciso aprender a cozinhar tendo amigos tão habilidosos neste departamento.

Similar Posts:

Leave a Comment

Timpo limite excedido. Por favor, refresque o valor do CAPTCHA.