Empate foi um excelente resultado

Dureza ter que assumir que o empate com o Atlético Goianiense neste domingo pela 1ª rodada do Campeonato Brasileiro de 2012 foi um bom resultado, mas é a mais pura verdade. O time celeste produziu pouco, esteve perdido em campo a maior parte do tempo e ainda teve um jogador expulso por ato infantil, sendo assim, o empate teve de bom tamanho.

O novo comandante da China Azul, Celso Roth, não teve tempo hábil para montar a equipe, chegou no meio da semana e colocou o time em campo em um esquema tático mais conservador, para evitar sair com a derrota, pelo menos isso deu certo.

Com a mudança de esquema e alguns jogadores que não estavam atuando juntos em campo, o Cruzeiro errou demais e bateu muito cabeça. O meio de campo não conseguia se entender na marcação e não apoiava o ataque, com isso o Atlético Goianiense dominou o meio-campo e por consequência o jogo.

A lateral direita era uma verdadeira avenida, Marcos não se encontrou em campo e por fim a torcida perdeu a paciência e chegou a vaiar o jogador, que realmente mereceu ser crucificado, os erros cometidos por ele em alguns momentos eram básicos, o que levou o próprio time em campo evitar a passar a bola para ele.

Nosso craque argentino, Montillo, até tentou jogar, fez boas tabelas com Souza e deixou Everton na cara do gol, mas ele não soube aproveitar a oportunidade. Nas boas chances, mesmo que poucas, criadas pelo Cruzeiro, ou faltava competência para finalizar ou o goleiro Rogério defendia, diria que ele foi um dos grandes destaques da partida.

Com a entrada do Anselmo Ramon no segundo tempo, no lugar de Everton, o time ganhou um pouco mais de consistência no ataque e teve algumas oportunidades de finalização, mas aos 31 minutos da etapa final, após a disputa de uma bola, Anselmo Ramon desabou palavrões de desabafos ao bandeira, que não deixou por menos e chamou o juiz. Resultado, cartão vermelho direto, sem conversa. Essa expulsão obrigou o time celeste a desistir do ataque e se fechar.

O Atlético Goianiense veio para cima, tirou volante para colocar atacante, mas felizmente não tiveram sucesso. O Cruzeiro já não conseguia sair com a bola, passar do meio de campo só quando alguém isolava a bola e para respirar um pouco o time adiantava um pouco a marcação, foi só pressão 15 minutos finais.

O resultado não era o esperado, perdemos a chance de marcar os 3 primeiros pontos em casa, mas pensando positivamente foi uma boa chance para o novo técnico ver os problemas do time e buscar alternativas para sanar os mesmos. Além do mais, não podemos dizer que ele começou mal, conseguiu assegurar 1 pontinho.

De certo é que precisamos de reforços urgente, nas laterais e no ataque. Não defendemos com qualidade porque as laterais são verdadeiros corredores, o meio campo tem dificuldade de sair em velocidade e não existe um atacante no time que consiga imprimir velocidade e surpreender na frente.

O Brasileiro não vai ser fácil, a competição é longa e precisamos de um elenco bom, ritmo de jogo, entrosamento e um coração forte porque pelo visto vamos passar apertado se o time continuar se comportando como nesse jogo.

Força Cruzeiro!!!

 

Similar Posts:

Leave a Comment

Timpo limite excedido. Por favor, refresque o valor do CAPTCHA.