Família Firim Fim Fim…

Esse era o termo usado por meus pais para definir a família quando todos estavam juntos, é coisa antiga gente. Depois da separação dos meus velhos reunir todos é muito difícil, mas as vezes acontece, a ultima vez foi no meu casamento. Se todos é difícil, quando a maioria esta junta já é motivo de comemoração.

Meu irmão mora no Rio de Janeiro, tem vindo pouco em Belo Horizonte e nós vamos muito pouco lá também, e quando vamos geralmente é em datas diferentes. Essa semana ele esta por aqui então não ia perder a oportunidade de encontrar essa figura. Pena que vai ficar somente até amanhã, então é necessário aproveitar o máximo possível.

Cheguei do serviço e fui direto para casa da minha mãe, para papiar um pouco com o meu maninho e com certeza rir das palhaçadas dele. Ontem ele resolveu contar o caso da formatura do Renato, e vou contar uma coisa, é hilário. Primeiro porque escutar meu irmão contando que esta bebendo é uma piada, ele odiava cerveja. Segundo, porque ele lembra de todos os detalhes (acho que gostamos disso aqui em casa) e narra de forma engraçada. Terceiro, tentar visualizar a cena e as situações que ele conta é muito divertido, racho de rir. Vai ver que é por isso que minha esposa fala que sou muito criativo, quando me contam algo fico imaginando a cena.

As brincadeiras pararam um pouco quando vimos no noticiário a tragédia no Rio de Janeiro, acabamos nos distraindo com isso e procurando na internet mais notícias. Passei nesse lugar quando trabalhei no Rio de Janeiro, e na região central mesmo, próximo ao convento e prédios chics, inclusive atrás do Teatro Municipal do Rio de Janeiro. Não gosto de ver tragédias, fico preocupado com as pessoas que provavelmente estavam no local, muito triste. Que Deus os abençoe.

Com meu irmão em casa não tínhamos tempo para melancolia, então, continuamos o nosso bate-papo tranquilo, rindo e lembrando de coisas antigas. Sempre em alguns momentos a gente faz isso, será que é vontade de voltar no tempo? Acho que não, era bom mesmo e vale a pena relembrar. Acho que eu gosto mais dessa parte que o Daniel e a Raquel, minha memória e ruim então eles e que lembram de tudo. As vezes quando eles contam alguma coisa eu tenho uma vaga lembrança e complemento algo, mas o normal é eu dizer que não lembrava.

Após as 22:00 hs os nossos sobrinhos, é isso mesmo, sobrinhos, iriam passar para ver o Tio Daniel, eu não conta, ia ser apenas uma coincidência me verem, pois sou mais desnaturado e não os vejo a mais de anos, nem vou chutar quantos para não passar vergonha. Muito feio isso sobrinhos, eu sei.

Para fechar a noite com chave de ouro, pedi a Dengo para registrar uma foto dos irmãos com minha mãe, temos poucas. Não ficou muito boa, mas vale a recordação.

Obrigado família, amo vocês.

Amo meu pai também, o vi no inicio do ano, então estou de boa. Pena ele não estar na foto, coisas da vida.

Similar Posts:

Leave a Comment

Timpo limite excedido. Por favor, refresque o valor do CAPTCHA.