Final de Semana: Visita dos Maias e encontro com amigos

Durante o casamento de Tiago, Ellen combinou com os primos que iriam ficar em BH no final de semana para virem aqui em casa, assim, além de aprenderem o caminho para poderem voltar mais vezes poderiamos continuar a bagunça iniciada no casamento do Thiago e Fabiana.

  • Sábado

A turminha Maia iria chegar em casa somente no final do dia, já que pela manhã Ellen tnha aula prática do curso de fotográfia e eu precisava lavar minha moto, tadinha, ela estava pedindo encarecidamente um banho. Liguei cedo na concessionária e fiquei sabendo que não adiantava levar a moto para lavar, então, acabei indo encontrar com o Tonnel na Av. Pedro II. Não conseguia deixar de pensar no planejamento feito para o dia, lavar moto e depois aparar a grama, de preferência antes da galerinha chegar em casa. Acabei então convencendo o Tonnel de vr aqu para casa para jogarmos uma água nas nossas máquinas.

Chegamos em casa por volta das 11:30 hs e enquanto as motos esfriavam, começamos a tomar uma cervejinha e fui pegar o cortador de grama para iniciar minhas atividades de dono de casa. "Acabei deixando a grama sem cortar por causa da chuva e a grana do jardim cresceu demais na frente da casa, no fundo do quintal estava parecendo um matagal de tão alta, com alguns matos grandes que cresceram junto – o bicho estava feio mesmo, ou melhor, a grama".

O sol estava escaldante, então já viu né, consegui cortar apenas a grama do jardim de entrada e deixei para cuidar do matagal no domingo, na parte da manhã. Terminado o serviço de jardineiro fomos dar um banho da Bandit e VStron que ficaram lindas e felizes com o trato. As coitadinhas estavam lameadas de água de chuva e precisando mesmo de um banho.

Terminada a brincadeira, ficamos na varanda bebendo, batendo papo e esperando Rominho aparecer, haviamos falado com ele e o mesmo comentou que viria tomar uma com a gente. Marelo também havia ficado de dar uma passada antes de seguir para o noivado do Bom da Cabeça em Ouro Preto. A galerinha chegou bem no final do dia e passou rapidamente, sacaneando comigo e com Tonnel que ficamos alegres sozinhos (também puderá né – tomamos uma caixa de latão e mais uma meia duzia de latinhas). Teve bom demais da conta em Tonnel…valeu meu irmão…temos que repetir a dose.

Os primos de Ellen, Fernando mais o esposo Leandro, Gabi, Tathiana e o esposo Cássio, chegaram quando a turminha dos Monges estava saindo. Bom que o segundo turno começou logo em seguida.

Como disse em outros posts, sou suspeito para falar pois adorei a familia Maia e quando o pessoal chegou fiquei muito satisfeito. Para variar, ficamos no melho comodo da casa, a cozinha, batendo papo, soboreando alguns tira-gostos e tomando uma cervejinha. Fala a verdade galera, você fica à vontade na cozinha de casa somente com as pessoas que considera de casa não é verdade? Caso contrário, tem que ser algo formal que você tem que estar todo alinhadinho e literalmente fazendo sala.

Na chegado os meninos foram apresentados a geladeira e udo fluiu naturalmente, ou seja, são da familia e por consequencia de casa. Adorei o final da tarde e a noite com está turminha, senti falta do Denilo e da Luciana e o boy friend, que também estavam no casamento e não puderam estar presentes aqui em casa. Pessoal, precisamos marcar outros encontros viu…vindo em Belo Horizonte fiquem à vontade em nos procurar.

  • Domingo

Lembram do matagal que ficou para ser detonado hoje, pois é, não teve escapatoria. Acordei cedo, dei um geral na cozinha e desci para dar um jeito no mato que estava tomando conta do quintal. O cortador de grama não iria resolver, então, peguei a tesoura de jardinagem e fui detonando um matagal de cada vez. Quando estava na metade do serviço Denguinho desceu para me ajudar e enquanto eu podava ela ia arrancando a raiz com a enxada. Nos casos mais complicados, onde a raiz estava muito funda, eu pegava a enxada e mandava vez…resultado…depois de duas horas no quintal eu estava mais destruido que o matagal que eu havia acabado de aparar.

Sentei no banquinho no jardim de entrada e o suor descia parecendo que eu estava debaixo de uma ducha, sem contar que não estava sentindo nada, não sentia minha mãozinha, meu pezinho, meu coraçãozinho…não estava sentindo nada mesmo….risos.

Para variar, fomos almoçar na casa dos nossos dindos Claudine e Marcelinho. Falar que o almoço estava uma delicia e que a tarde com eles foi bem bacana é redundante, mas valeu dindos, a tarde foi fantastica e o almoço estava delicioso.

Para completar o dia, meu time do coração bateu o Vasco da Gama por 3 x 1, o Corinthians conseguiu arrancar apenas um empate do Vitória e infelizmente o Fluminense ganhou, mas de qualquer forma ainda estamos na briga pelo título do Brasileirão 2010, mesmo tendo que torcer por tropeços do Fluminense e Corinthias, precisamos apenas de um empate de cada um e ganhar os jogos contra Flamengo e Palmeiras. Bora lá timão, eu acredito.

Resumindo tudo, o final de semana foi simplesmente show de bola.

Similar Posts:

COMMENTS

  • Jesus Júnior

    risos…
    até perguntei Tathi quando chegaram se vc havia viajado e informaram que sim…
    casamento na quinta, encontro no sábado…eu achava dificil o casal 20 estar presente…risos.
    deixa com a gente, brevemente iremos marcar algo com certeza. Juntar esta turma é muito bacana e divertido…são todos nota 1000.

  • thiago maia

    Olá, JJ…
    O único senão de toda a história foi o não comparecimento do recém casado.
    O pessoal custa a vir em BH e quando vem marca encontro quando eu to viajando…
    Mas tá bom, tava na Serra do Cipó curtindo a lua-de-mel.
    Espero que a próxima reunião seja em breve e que me convidem.
    Grande abraço.

Leave a Comment

Timpo limite excedido. Por favor, refresque o valor do CAPTCHA.