Sábado do jeito que eu gosto, sussa

Eu diria que este sábado foi muito massa, mas muito mesmo. Fiz o que mais gosto no dia de sábado, sai para olhar algumas coisas na minha moto, ver preço de acessórios e encontrei com meu meu brother Tonnel no meio da manhã, apenas para dar uma voltinha de moto nos pontos de costume do sábado e sentar para bater papo.

Combinamos de nos encontrar na Flávio Motos, ia passar lá para ver umas coisas e aproveitar para rodar na Pedro II para ver o preço de uma luva. Quando o Tonnel chegou no meio da manhã, já havia olhado tudo que queria e estava batendo papo com o Rogério, um velho amigo e mecânico da minha saudosa CBR SR 450. Ficamos por ali durante um tempo e resolvermos dar um pulo na Superbikes para conhecer a loja nova, inaugurada na sexta-feira na Raja Gabaglia.

O caminho da loja nova era o mesmo da loja antiga, então, acabamos parando para trocar uma ideia com o pessoal antes de passar na loja nova. De lá ainda mandamos uma mensagem para o Flinkas, que sempre reclama que nunca o chamamos, mas ele só viu a mensagem no final do dia e não iria nos encontrar mais obviamente. Nos distraímos na conversa e ficamos por lá mesmo, Tonnel tomando uma cervejinha e eu um refri, acompanhado de um delicioso espetinho de churrasco. Só para variar resolvemos passar no au au antes de irmos para casa, queríamos comer algo diferente no almoço e no au au poderíamos saborear um suculento espetinho.

Ficamos umas duas horas ou mais um pouco no espetinho trocando ideia e falando de tudo um pouco, viagens que temos vontade de fazer, amigos, família e religião. Esse ultimo assunto rendeu muito, afinal de contas, temos opiniões parecidas sobre o assunto e nunca havíamos conversado tão abertamente sobre o mesmo. Calma gente, acreditamos em Deus e sabemos que é o papel da religião na nossa vida é importante, ajuda a moldar o nosso caráter e justifica muita coisa relacionada a isso, mas, as vezes questionamos algumas coisas e pensamos que até mesmo a religião evolui. Não vou entrar no mérito da conversa porque senão o post ficaria muito extenso.

Por volta das 15:00 horas seguimos para casa, eu ainda tinha que levar o cachorro para tomar banho, esperar minha esposa fazer a unha, se aprontar e depois iriamos para casa do Marelo em Lagoa Santa comemorar com nosso brother o 1º ano de vida do Geraldinho.

Chegamos no aniversário do Geraldinho mais tarde, por volta das 21:00 hs, a festinha havia começado as 17:00 hs. Não nos preocupamos com isso afinal de contas o maior motivo de estarmos lá era compartilhar com os nossos amigos Marelo e Monalise a felicidade de ver o baixinho crescer com saúde. Estava tudo perfeito, a casa estava cheia, menino correndo para tudo que é lado e os amigos ali, curtindo com esse casal o orgulho de ter recebido um presente tão magnifico do nosso bondoso Deus. Marelo e Mona, foi um prazer poder estar com vocês nessa comemoração e ver que a cada dia o Geraldo Rafael esta se tornando um rapazinho, com saúde, muito carinho de vocês, dos avós, tios e amigos, acredito que isso não tem preço. Que Deus os abençoe sempre.

Bom demais, o sábado realmente foi muito descontraído, ou como diria o Tonnel, sussa. Vamos repetir a dose heim, quem sabe da próxima vez não tem mais alguns Monges conosco.

Leave a Comment

Timpo limite excedido. Por favor, refresque o valor do CAPTCHA.