Ultra-som: Nosso primeiro contato com o bebê

Saber como esta o desenvolvendo do nosso filhote passou a ser a prioridade e o próximo passo a ser dado após a descoberta da gravidez, para ficarmos mais tranquilos e podermos divulgar a notícia aos nossos queridos e amados familiares. O ultra-som foi marcado para o dia posterior a confirmação da gravidez, na parte da manhã na Clínica Imagem, mas sem horário definido para atendimento, seriamos encaixados entre a consulta dos pacientes agendados. Para gente o importante era fazer o exame e ter o primeiro contato com o nosso bebezinho, que ainda é um embrião.

Mesmo sabendo como é o exame, as sensações são surpreendentes e emocionantes, nada é igual. Começou pelo médico que nos atendeu, o nome dele me foge a memória neste instante, que já chegou perguntando se era o nosso primeiro filho. Quando disse que não, que tínhamos uma filha de 8 meses ele logo foi contando sua história. Era pai de uma menina e próxima a ela completar seu primeiro aninho a esposa descobriu que estava grávida, de gêmeos. Veio um casal nessa gestação e hoje ele tem 3 filhos, 2 meninas e 1 menino.

Claro que gelei na hora meus amigos, o frio na espinha voltou instantaneamente. Imagina se a Ellen tem gêmeos? Como ele mesmo disse, na época ficou sem saber o que fazer até o pai dele o acalmar dizendo: “_ Põe mais água no feijão”. Não que seria ruim ter gêmeos e fechar a fábrica em grande estilo, sabemos que a vontade de Deus é a que prevalece, mas estamos muito satisfeitos com mais uma benção de Deus, então, um bebezinho já nos completa e nos realiza.

Estamos com poucas semanas, 5 e 6 dias, e a cronologia para saber a idade do feto foi feita com base em seu tamanho, visto que a Ellen não voltou a menstruar. Todos os exames e observações feitas pelo médico indicam uma fecundação saudável e com excelente evolução. Ouvimos, mesmo que rapidamente, os batimentos cardíacos do nosso pequeno embrião e em pensamentos mandamos muita força, energia positiva e amor, para que cresça com muita saúde.

Esse momento é mesmo mágico, sentimos a presença de Deus e presenciamos o Milagre da Vida. É impressionante como um ponto pequeno em uma TV tem a capacidade de encher nosso coração de alegria ao mesmo tempo que enche os nossos olhos de lágrimas. Por instantes, prestamos atenção em cada movimento e palavra do médico, para sabermos tudo nos mínimos detalhes e não perdermos nada. É uma euforia tão grande que explicar tudo que passa em nossa cabeça e em nosso coração levaria muito tempo, ainda mais detalhando tudo. Particularmente voltei no 1º ultra-som que fizemos da Lavínia, involuntariamente, sem intuito de comparar um exame com outro, mas lembrando como é delicioso poder sorrir e dizer: “_Vou ser pai…de novo.”

O médico não podia simplesmente terminar o exame e deixar a gente sair de lá sem saber se seriam um ou dois bebês, então, após enrolar um pouco e brincar conosco, disse que é apenas um bebê, nos mostrou inclusive na TV, mas disse que podemos tentar gêmeos da próxima vez. Até poderíamos, mas Deus permitindo achamos que a família já esta com um tamanho bom. Conseguimos dar a nossa pequena uma companhia para o resto da vida, afinal, irmã(o) é algo muito valioso.

Como de costume, realizado o processo que nos deixou mais tranquilos e repleto de boas noticias, fomos fazer um lanche e ligar para os nossos pais contando as novidades. Todos ficaram satisfeitos e muito felizes com a noticia, e assim como foi com a Lavínia, os bons pensamentos e desejos de saúde e boa gestação já estão sendo escutados e intermediados por Deus.

Tenho fé em Deus que a gestação da Ellen será tranquila, e que ela e nosso bebezinho serão abençoados a cada dia. Agora é aproveitar ao máximo cada instante dessa gravidez, registrando tudo, dando muito carinho a minha família: Ellen, Lavínia e bebê.

Mais feliz impossível, é mais um #pedeamor brotando e criando raízes em meu coração.

 

Similar Posts: