Visita aos pais do Tonnel em Cel.Fabriciano

Depois de quase 20 anos de amizade é normal que os pais dos nossos amigos praticamente se tornem nossos pais também… risos. É a mais pura verdade, a gente acaba partilhando tantas coisas que a familia acaba crescendo e as orações e desejos de sucesso para o filho passa a se estender aos amigos dos seus filhos, muito massa isso. Sendo assim, como os pais do Tonnel não puderam estar no meu casamento por motivo de saúde, eu não podia deixar de apresentar minha esposa a eles, afinal, seguindo a regra acima são meus pais também…olhe que este privilégio e de poucos heim!

Chegamos à Coronel Fabriciano no final da manhã e a recepção como sempre foi calorosa, pois estavamos chegando em casa (me sinto assim na casa de Ilma e Maciel). Ellen foi apresentada e ganhou um abraço bem apertado da matriarca da familia (mãe Ilma) que falando bem próximo ao ouvido dela lhe deu boas vindas a familia, desejou prosperidade no casamento e abriu as portas do coração e da casa para ela, que não conseguiu conter a emoção e encheu os olhos de lágrimas com tanto carinho recebido. Maciel também a recebeu de braços abertos e já emendou as piadinhas para quebrar o gelo e deixar todo mundo à vontade.

A previsão inicial e de que chegaríamos mais tarde, por volta das 14:00 hs, mas como não tivemos nenhum atraso na estrada chegamos cedo. Maciel já estava com a churrasqueira no jeito apenas nos esperando para começar o churrasco e a cerveja já estava gelada, pronta para matar nossa cede naquele calor maluco de Coronel Fabriciano. Além de nós, tinha uma figura nova no pedaço que acabamos conhecendo, o Ruston, sobrinho de Ilma é que mora em Governador Valadares.

Maciel ainda ganhou uma bandeira do timão celeste (nosso Cruzeirão do coração) para enfeitar o cantinho azul da casa…risos.

Fomos todos apresentados e ficamos na area batendo papo, tomando uma cervejinha e comendo um churrasco de primeira. Pouco depois chegou o Ralff (primo do Heider e meu amigo – estudamos juntos no primeiro grau) com sua esposa (Silvana) e filhos. Não precisava de mais nada, um bom papo, cerveja gelada e tira-gosto, queria mais o que? Não precisava de mais nada mais aí descobrimos que ainda tinha um mexido muito doido e o doce que mãe Ilma faz que eu adoro…hum!!! Só de lembrar a boca saliva…risos.

Denguinho depois de encher a barriguinha foi tirar um cochilo, acordamos cedo para pegar estrada. Marelo que havia descido com a gente chegou e se juntou a turma (tinha uma bagunça doida na casa dos pais dele também pois era a formatura da irmã dele, então ele ficou revesando, bebia aqui e bebia lá). Ficamos ali contando casos, rindo e zuando o plantão, bom demais. Ruston morou uns 6,5 anos nos USA e contou vários casos, de como é dificil viver longe da familia, dos impactos da crise no pais que acabaram fazendo com que ele voltasse para o Brasil e por aí vai.

Pouco antes de começar o jogo do Cruzeiro, Tonnel foi tirar um cochilo, e eu fui ver se conseguia a carta de alforria para ver o jogo no buteco junto com o Marelo e a turma que estava na casa dele. Como Ellen estava dormindo e era a primeira vez que estava na casa dos pais do Tonnel, combinei com Marelo dele dar noticia mais tarde…iria ver o jogo na casa do Maciel mesmo.

No segundo tempo Marelo apareceu e acabamos indo eu e Tonnel com ele para o buteco ver o segundo tempo, passamos na casa dele depois para ver a moçada e voltamos para casa quase umas 21:30 da noite. O dia havia acabado, mas estava tinha sido muito maneiro.

Na manhã de domingo, dei um pulo rápido em Ipatinga para tentar achar um amigo, consegui falar com os pais dele e pegar o celular do camarada (Dênis Alberth). Ele fez Senai comigo em outubro de 2001 e ano que vem vamos fazer uma festa de confraternização para comemorar estes 20 anos, por isso, eu tinha que achá-lo.

Saímos de Coronel Fabriciano logo depois da formula 1 e fizemos uma viagem muito tranquila. Ellen veio na garupa da Bandit tranquilamente e chegamos bem no inicio da tarde.

No mais, só tenho a agradecer a mãe Ilma é Maciel pelo carinho e receptividade, o final de semana foi muito bom, descontraído e divertido, valeu de mais.

Similar Posts:

Leave a Comment

Timpo limite excedido. Por favor, refresque o valor do CAPTCHA.