Wallyson voltou atropelando

Ontem a noite foi de Wallyson, que mostrou estar em forma e recuperado na lesão grave que sofreu no segundo semestre do ano passado. Ele voou em campo e ajudou o Cruzeiro a superar o Rio Branco do Acre, que a 5 meses sem fazer um jogo oficial não dificultou muito a vida celeste.

Por estar sem competir oficialmente a mais tempo, Mancini escalou o time mais ofenciso, com 3 atacantes para tentar definir logo o placar e eliminar o jogo de volta. No elenco titular Wallyson e Walter, e essa dupla mostrou um bom entrosamente em campo.

O Cruzeiro terminou a 1ª etapa vencendo por 2 x 0, resultado que eliminava o Rio Branco da competição. Os gols foram marcados por Wallyson, que recebeu um cruzamento na medida de Walter, e Anselmo Ramon que foi acionado por Walter e avançou livre pela esquerda até o gol adversário. Não sofremos gols porque temos Fábio e ainda contamos com a sorte em um lance onde o gol só foi evitado porque encontrou os pés de Victorino antes de cruzar a linha.

Podemos ver no 1ª tempo o Cruzeiro cadenciando o jogo, mas lento, principalmente quando a bola chegava nos pés do Roger, que não rendeu muito e ao meu ver andou muito em campo. A velocidade no ataque só acontecia quando passava pelos pés de Wallysonj, Walter e as vezes Anselmo Ramon. A defesa em alguns momentos se perdia e permitiu que o Rio Branco chegasse próximo de seu gol, por sorte isso não aconteceu.

O Cruzeiro voltou para 2ª etapa com o mesmo time, e o Rio Branco pressionou muito nos primeiros minutos, mas não conseguiu marcar. Para tranquilizar a Raposa o 3º gol saiu rapidamente, após uma bela arrancada de Diego Renan que tocou para Walter, que como bom garçom, escorou para Wallyson botar na gaveta. Era a tranqulidade que precisavamos.

Roger havia saído para entrada de Everton, que deu outra dinâmica ao time. Em um lance de ataque, ficamos com o escanteio, que ao ser cobrado encontrou o zagueiro Leo e em seguida as redes, 4 x 0 Cruzeiro, havia virado goleada. O time sabia que cabia mais e partiu para cima. Rudiney, que havia entrado no segundo tempo deixou o dele após um belo passe de Wallyson. Para finalizar e reforçar que esta recuperado e pronto para a temporada 2012, Wallyson marcou mais uma vez, fechando a goleada em 6 x 0.

“Os nomes dos jogo foram Walter e Wallyson. O entrosamento deles foi fundamental e proporcionou bons momentos e gols. Walter foi o garçom da noite e Wallyson se esbaldou”.

Sabemos que batemos em cachorro morto, mas essa era a nossa obrigação, pior seria se tivesse sido um jogo difícil e truncado, aí sim precisavamos ficar preocupados.

O time tem mostrado falhas mas também tem mostrado uma grande evolução. Os nomes diferentes de ontem, Walter, Rudney e até mesmo Wallyson, que vinha jogando apenas alguns minutos, mostraram que tem condições de ajudar a equipe e que possuem qualidades para tal. Temos o Mineiro, a Copa do Brasil e o Brasileiro para encarar esse ano, e acredito que o Cruzeiro tem condições de fazer bons jogos em ambas as competições, e quem sabe sair com o título em algumas delas, melhor se ganhar todas.

Vamos que vamos Cruzeiro, somos penta-campeões da Copa do Brasil (1993, 1996, 2000 e 2003) e queremos o TETRA!!!

Similar Posts:

Leave a Comment

Timpo limite excedido. Por favor, refresque o valor do CAPTCHA.